sexta-feira, 17 de julho de 2009

Pascal, Bacon, Descartes e Galileu



Filosofia moderna

Principais filósofos;

Blaise Pascal: Cientista e filósofo foram uma das mentes mais agudas do pensamento ocidental, defensor da razão e da racionalidade do dom da fé. Nasceu em Clermont, na França em 19 de junho de 1623. A sua educação foi obra de seu pai, como revela sua irmã Girbert: “meu irmão nunca foi ao colégio e nunca teve outro mestre alem de meu pai”. Aos 16 anos, Pascal escreve um tratado sobre os cônicos, uma obra de grande fôlego, tanto que se dizia, que depois de Arquimedes, não se havia nada de tão poderoso. Aos 18 anos, inventou ”aquela maquina aritmética que se faz todas as espécies de operações com infalível segurança”. Com 23 anos, inventou e realizou a experiência de vácuo que demonstra claramente que todos os fenômenos até então atribuído ao vácuo, na verdade são causados pelo peso do ar.

Na noite de 23 de novembro de 1654, foi atingido por profunda e fulgurante iluminação religiosa, escrevendo o “Memorial”, que durante o resto de sua vida manteve costurado em sua roupa, o qual só foi retirado após três dias de sua morte.

Pascal morreu em 19 de agosto de 1662 de um tumor abdominal, antes de morrer, ele queria se confessar e comungar. Quando o padre o abençoou, ele exclamou: ’ que o senhor nunca me abandone!”teve um novo ataque, no qual não se refez, faleceu aos 39 anos.

Francis Bacon: Foi o profeta da revolução tecnológica moderna. Nasceu em Londres no dia 22 de janeiro de 1571. Entrou na universidade de Cambridge quando tinha 12 anos. Em 1602 Bacon havia escrito o Temporis partos másculos. Essa obra é um escrito muito polêmico contra os filósofos, tanto os antigos (Platão, Aristóteles, Galeno, Cícero) como medievais (Tomas e Escoto) e renascentistas (Carden e Paracelso). Na opinião de Bacon todos estes filósofos são moralmente culpados de não terem dado a devida atenção à natureza e o necessário respeito para com esta obra do criador, que deve se vivida com humildade e interpretada com a devida cautela e paciência. Para ele a filosofia de passado é estéril e verbosa. Francis deu uma contribuição notável podendo ser considerado com mérito aquele que escrevia como Lord Chanceler, merecia lugar de destaque, além da historia da filosofia, também no desenvolvimento do seu saber cientifico. Procedendo nesse modo na busca da verdade, Bacon criava um caminho diferente dos empiristas : “ até agora aqueles que trataram de ciência eram empíricos ou dogmáticos. Os empíricos, como as aranhas, extraem si mesmo a sua teia. O caminho intermediário é o das abelhas, que extraem sua matéria prima das flores, transformando e dirigindo em virtude de uma capacidade que lhes é própria. Assim nossas esperanças se depositam na união sempre mais estreita e sólida, entre essas duas faculdades, sendo experimental e racional, essa união que até então não se realizou”. Embora tenhamos hoje todos os motivos para pensar que é ingênua e equivocada, “a idéia de que, querendo, nós podemos purificar nossas mentes dos preconceitos”. Esse dogma baconiano exerceu influencia sobre a prática e teoria da ciência, as quais exercem influencia até os dias de hoje.

Francis Bacon faleceu em 1626 aos 65 anos deixando três invenções muito importantes: a arte da impressão, a pólvora e a bussola.

Rene Descartes: Fundador da filosofia moderna é considerado o pai da matemática, introduzindo a “duvida” como elemento primordial para investigação filosófica e cientifica. Nascido em La Haye, na França em 31 de março de 1596, pertenceu a uma família nobre, foi aos oito anos enviado a um colégio jesuíta em La Fleche, onde recebeu uma sólida formação filosófica e cientifica, foi considerado o primeiro filosofo moderno, criando de maneira confusa um subjetivismo idealista e racional, rejeitando todas as certezas dogmáticas e prontas, partindo da duvida como forma de compreender o mundo. A primeira certeza de Descartes é o “cogito ergo sun traduzindo penso logo existo”. Atraves dessa reflexão surge toda sua filosofia. Descarte não foge tanto dos temas: Deus, alma, mundo, realidade e pensamento. Dividindo a realidade em três categorias: res cogitas , res extensa e res infinita. A maior parte da obra de Descartes é consagrada a ciência(domínio da matemática e da ótica). Sua filosofia exposta, principalmente em “o discurso do método” o mais amplamente lido de todos os seus trabalhos, é a proposta de meio para tal, considerado um dos pensadores mais influente da historia do pensamento ocidental, inspirou contemporâneos e varias gerações de filósofos posteriores. Boa parte da filosofia escrita a partir de então foi uma reação as suas obras. Faleceram em 11 de fevereiro de 1650 devido a uma pneumonia, as suas cinzas encontram se em Paris na igreja de Saint- Germains- de-Pres.

Estas são algumas obras foram: o discurso do método (1637); principio da filosofia (1644); geometria analítica e o tratado do homem que foi publicado após sua morte (1662).

Galileu Galilei: As peripécias da vida de Galileu têm um interesse tão grande que se pode dizer que pertencem mais á História da Humanidade do que á Historia da filosofia. Por isso remetemos apenas que ele nasceu em Pisa , em 1564, e morreu em Arcetrim, em 1642. Criador da nova física e, de modo geral, do método experimental em suas aplicações práticas, Galileu não foi um filósofo no sentido mais complexo e completo do termo, mas teve um grandíssimo mérito de ter afirmado a autonomia da ciência.

Galileu sustentava a idéia corpénica de que “o centro do universo está em torno do sol”, no entanto, para ele esta não seria as descrições verdadeiras da realidade, porém seria útil para efetuar previsões e dar explicações das posições dos corpos celestes, foi por causa dessa idéia que ele foi acusado de heresia pela igreja católica (que acreditava que a terra era fixa e o sol girava em torno dela) e intimado a estar diante da inquisição duas vezes sendo a ultima condenado a cárcere privado e obrigado a negar tudo no tribunal. A mesma igreja que o condenou em 1983, 341 anos após sua morte, revendo o processo, decidiu pela sua absolvição. Suas principais obras foram: a luneta; a balança hidrostática; o compasso geométrico e militar e o relógio de pendulo. Descobriu também que a massa não influi na velocidade da queda, escreveu também o diálogo sobre os dois máximos sistemas, os discursos e demonstrações sobre duas novas ciências, entre outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário